domingo, 1 de dezembro de 2013

Salve o Centro e o Museu Julio de Castilhos




Olá Companheir@s!

Foi aprovado na Câmara um Projeto de Lei que visa a incentivar a conclusão de obras inacabadas no Centro Histórico, com o que temos absoluta concordância. No entanto, no bojo desta mesma lei se criam possibilidades de construir prédios cujas fundações não foram realizadas e, portanto, ainda não foram iniciados.


Dois empreendimentos localizados nos números 1195 e 1247 da Rua Duque de Caxias, e que possuem potencial de elevado impacto urbano nos preocupam. São quatro torres em volta do Museu Julio de Castilhos. Aos fundos do nº 1247, em cima da garagem do Zaffari da Fernando Machado, serão construídos quatro pavimentos, só para dar conta das vagas de estacionamentos necessárias para o novo empreendimento.

Pólos geradores de tráfego, despejarão seus automóveis pela Duque, a meia quadra do Viaduto Otávio Rocha, e pela Fernando, a uma quadra da Escadaria da João Manoel e seus casarões.


O entorno da Praça da Matriz já está esgotado em relação à mobilidade. O sombreamento e a contenção dos ventos farão o Museu mofar. Engarrafamentos, barulho intermitente de buzinas, insegurança aos pedestres, esta será a sina dos moradores.

Infelizmente as pessoas que iniciaram a luta conosco foram levadas ao esgotamento, durante a tramitação do Projeto de Lei na Câmara. Mataram o povo no cansaço por mais de três meses e, ao fim, aprovaram como se nada tivesse acontecido.

Agora estamos na fase da sanção do Prefeito. Como última alternativa pretendemos encaminhar uma carta ao chefe do executivo, pedindo que assuma compromisso com o pleito da comunidade.  

Precisamos de ajuda para promover um grande ato. Convidamos a tod@s companheir@s engajad@s na mesma luta por um espaço sustentável a ajudarem a construir e executar esta ação.

Ajudem-nos a salvar o Centro Histórico.

Saudações comunitárias

Associação Comunitária do Centro Histórico

Imagens: Google 

Nenhum comentário:

Postar um comentário